M+ O mais novo museu de arte contemporânea está em Hong Kong

M+ é o mais novo museu de arte contemporânea está em Hong Kong. Também é novo o Distrito Cultural West Kowloon que abriga o museu. De repente, quem está em Kowloon tem acesso a outros seis pontos turísticos no mesmo lugar. E ainda, visitantes desfrutam da belíssima vista do Victoria Harbour. Dessa forma O Distrito Cultural West Kowloon é um dos maiores e mais ambiciosos projetos culturais do mundo. Afinal, recuperou uma área de 40 hectares na zona portuária. E quando for concluído, fornecerá 23 hectares de espaço público aberto e os seis prédios culturais. Atualmente abertos ao público estão o Xiqu Center, o Freespace e o Art Park. Enquanto isso as principais instalações em construção incluem o Hong Kong Palace Museum e o Lyric Theatre Complex, com inauguração prevista para 2024.

O mais novo museu de arte contemporânea está em Hong Kong com quatro coleções permanentes

A M + tem quatro coleções permanentes com raízes na Ásia. Porém, essas são definidas, desenvolvidas e examinadas de uma perspectiva global. Dessa forma elas coletivamente formam a espinha dorsal do museu. O objetivo é que evoluam com as gerações futuras.

Coleção M+

Coleção M+

Esta é a coleção mais interdisciplinar de todas. Dessa forma reúne cultura visual, design, arquitetura e imagens em movimento. Assim apresenta obras de arte visual de Hong Kong, China continental, e de outras partes da Ásia e além. Veja mais aqui. Coleção M +

coleção M+ sigg

Coleção M+ SIGG

Aqui o assunto é arte contemporânea. M + Sigg é uma das maiores e mais completas coleções desse tipo no mundo. Coleção M + Sigg

Coleção especial da biblioteca M+

Aqui o assunto é material impresso. Já que a coleção especial da biblioteca M + apresenta objetos impressos como vetores criativos. Isso porque foi prática de arte alternativa nos séculos XX e XXI. Coleção especial da biblioteca M +

arquivos do M+

Coleção Arquivos

Aqui são reunidos valiosos documentos primários. Já que são eles que fornecem percepções mais profundas sobre os processos criativos de artistas e criadores. M+ Collection Archives

O mais novo museu de arte contemporânea está em Hong Kong com uma estrutura gigantesca

M+ é um dos maiores museus da cultura visual moderna e contemporânea do mundo. Isso porque o edifício é composto por um pódio e uma torre esguia que se fundem na forma de um ‘T’ de cabeça para baixo. Sendo que o extenso pódio se eleva acima do solo e inclui 17.000 metros quadrados de espaço para exposições. E isso tudo em trinta e três galerias, três cinemas, a Mediatheque, Learning Hub e Roof Garden. Ao mesmo tempo, a torre abriga o Centro de Pesquisa do museu, escritórios, restaurantes e o M + Lounge.

M+ O mais novo museu de arte contemporânea está em Hong Kong
M+ e Victoria Harbor ao fundo em Hong Kong

Um dos destaques do prédio é seu gigantesco painel com LEDs. Isso porque exibe imagens em movimento, que podem ser vistas do calçadão à beira-mar de West Kowloon. Os visitantes ainda podem entrar no museu a partir de vários pontos do piso térreo e dos pisos inferiores. Dessa forma a arquitetura cria um espaço altamente acessível. E por falar de arquitetura o projeto é da Herzog & de Meuron em parceria com a TFP Farrells e Arup.

Destaque do M+ na paisagem
M+ parece pequeno no novo distrito cultural de Hong Kong

Visite a coleção on-line do M+ e sua revista digital

O M+ oferece acesso à sua coleção on-line. Afinal são atualmente 9287 peças para apreciar. Já a revista traz matérias diversas. Como exemplo trata de design, consumo, arte, expressões artísticas, história, mercado, recursos naturais, comportamento, cultura, games, era digital, inteligência artificial e outros itens de tecnologia.

Por quê Hong Kong é sempre cenário para games

Umas das matérias que chama a atenção é essa. Afinal, por quê Hong Kong é sempre cenário para games? Isso porque, os exemplos são diversos. E ao que tudo indica, as motivações para escolher a cidade também. E ainda um video também. Visite a página para ver.

Compartilhe